25 junho 2016

Resenha: Réquiem para a Liberdade - Thiago Lee

E aí povo, tudo bem?! Aqui é o Dan com mais uma resenha nacional, como prometido. O livro de hoje é Réquiem para a Liberdade, do querido Thiago Lee. Vamos lá?


Título: Réquiem para a Liberdade
Autor: Thiago Lee
Editora: wwwLivros
Edição: 2015
Páginas: 220
Sinopse:
O livro narra a história de Marko, um ex-escravo liberto que vaga pelo reino em busca de respostas para uma maldição que o assola. Quando ele se aproxima de uma vila de pescadores dominada por um tirano, ele terá que escolher ignorar ou proteger um povo cujo sofrimento se assemelha ao seu próprio passado.

~•~

Bem, pra começar, quero dizer que considero Réquiem para a Liberdade não só um livro fantástico, mas também um livro com elementos reais, que fala sobre amizade, liberdade, preconceito e luta. Marko e Filip, os dois personagens principais, traçam uma jornada muito bem escrita e narrada por um autor que se destaca por mostrar uma nova forma de fazer fantasia. Sem muitas descrições, sem momentos cansativos, com aventura e reflexões na dose certa, no livro também estão presentes flashbacks, o que torna tudo ainda mais atrativo para descobrirmos mais da vida e dos sentimentos do protagonista. É uma história simples, mas que conquista o leitor com criatividade e com personagens muito bem explorados, construídos e aproveitados. Os nagôs, que são escravizados no livro, tornam a ambientação ainda mais rica com elementos da cultura africana. 
A história e o universo são explorados ao longo do livro, mas mesmo assim o autor ainda deixa faltar algumas características desse mundo. Por outro lado, isso não compromete de forma alguma o desenvolvimento e a leitura gostosa. Cada capítulo é empolgante, Thiago não deixa o leitor com tédio um segundo sequer. 
Enfim, se você procura um livro com personagens reais, de medos e sentimentos característicos, com uma história simples mas bem desenvolvida e uma ambientação explorada de forma agradável, eu recomendo bastante Réquiem para a Liberdade.

Nota final: (4 de 5)

Obrigado ao autor pela confiança e mil perdões pela demora!
Espero que tenham gostado e até mais ;) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário