06 agosto 2015

Resenha : O Chamado do Monstro - Patrick Ness

Oi, gente! Tudo bom com vocês?! Hoje estou aqui para fazer a resenha de um livro que me surpreendeu muito! Confiram :

O Chamado do Monstro
Informações Básicas
Título : O Chamado do Monstro
Autor : Patrick Ness
Páginas : 216
Editora : Ática
Idioma : Português

Sinopse :
O Chamado do Monstro - A escuridão, o vento, os gritos. Os olhos estatelados, a respiração entrecortada. É o pesadelo de novo, como em quase todas as noites depois que a mãe de Conor ficou doente. A escuridão, o vento, os gritos - e o despertar no mesmo ponto, antes de chegar ao fim. Tudo é tão aterrorizante que Conor não se mostra nem um pouco assombrado quando uma árvore próxima à sua casa - um imponente teixo - transforma-se em um monstro. Além disso, ele precisa lidar com coisas mais urgentes e graves - o reinício dos tratamentos contra o câncer aos quais sua mãe terá que se submeter, a vinda da avó para ajudá-los, a permanente ausência do pai desde que ele foi morar com a nova família e a pesada perseguição na escola, da qual é vítima quase todos os dias. Tudo muito mais perturbador do que uma criatura feita de folhas e galhos. Só que o monstro sabe que Conor esconde um segredo. E isso o torna realmente assustador. Mas por que Conor deveria dar ouvidos a algo que parece imaginado? Por que o monstro parece ser a única criatura a estar ao seu lado diante de seus maiores medos - o de perder a mãe e o de contar a verdade.

O livro conta a história de Conor, um garoto de 13 anos que vê sua vida em caos. Sua mãe está doente, seu pai vive com outra mulher, e ainda por cima o menino está tendo, todas as noites, um pesadelo. Um pesadelo estranho, que pode ser considerado o grande mistério do livro. Um dia, depois de um desses pesadelos, às 12:07 da madrugada, alguém lhe bate à janela. Um monstro, que lhe propõe uma troca de histórias.

~•~•~•~

Bem, posso confessar que quando peguei o livro na biblioteca de minha escola, achei que seria um terror no mínimo interessante. O livro não é nem terror, nem é interessante. É um drama bizarro, e é mais que interessante, é fascinante e reflexivo.
O monstro de Conor não é um monstro de verdade, que assusta as pessoas e tudo mais, mas apenas uma criatura que se mostra uma bela contada de histórias assustadoras e que, de alguma forma, reconforta o garoto. À cada segundo do livro, você imagina o final de uma forma diferente. Mas a verdade é algo tão simples e tão perturbadora e difícil de aceitar que nos surpreende e faz com que a leitura nos dê outro pensamento da vida...e de monstros.

♣QUOTES♣

Conor pestanejou. ''Você vai me contar histórias?''
           Exato, respondeu o monstro.
           ''Bem...'' Conor olhou em volta, decrescente. ''E o que tem de pesadelo nisso?''
            Histórias são as coisas mais selvagens que existem, travejou o monstro. Histórias perseguem e caçam e mordem.

                                                                                              Página 45
Histórias são importantes, o monstro falou. Podem ser mais importantes do que qualquer outra coisa. Se carregam a verdade.

Página 151

             Ele soltou sua mão. Ela apertou o botão na máquina que dosava analgésicos tão fortes que a fazem adormecer logo apos recebê-los. Apertou novamente a mão do filho.
              ''Queria ter cem anos'', disse baixinho. ''Cem anos que pudesse dar a você''.
               Conor não respondeu. Alguns segundos depois , o remédio fez com que ela adormecesse, mas não importava.

Nota Final:
(5 de 5!!)

Espero que tenham gostado :)
Abraços do Dan \o/

Nenhum comentário:

Postar um comentário